[FanFic]Cronicas de um Guerreiro Vol.2 - Vendaval

Ir em baixo

[FanFic]Cronicas de um Guerreiro Vol.2 - Vendaval Empty [FanFic]Cronicas de um Guerreiro Vol.2 - Vendaval

Mensagem  Roen em Sab Dez 28, 2013 4:58 pm

Capitulo 1 - Retorno
"Nós somos oque fazemos repetidas vezes. Portanto a excelência não é um ato mas um hábito."

Aristóteles

Musica do capitulo:
Bon Jovi - It's My Life
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Três anos haviam se passado, três anos desviando de esferas espirituais, treinos debaixo da chuva forte segurando ataques seqüenciais, exercícios físicos e mentais, meditação.Lutando contra monstros em Amatsu, Arunafets, Kunlun,Louyang e Ayothaya. Roen e Master haviam estado em todos estes locais, e muitos outros.Muitas coisas aconteceram nesses três anos, mas a que mais marcou Rune-Midgard foi o aparecimento da Ruina que trouxe grande desespero. Ambos os garotos se sentiram culpados por não terem ajudado a combater essa ameaça, mas durante esses três anos eles não tinham nenhuma informação do que acontecia na nação.
Agora estavam indo em direção a Prontera, havia chegado o dia em que se ambos se tornariam Templário e Sacerdote, esses três anos haviam mudado bastante os dois. Ambos estavam mais altos, o cabelo de Master havia crescido mais um pouco e esse o prendia em um rabo de cavalo,usava um óculos que lhe dava um ar intelectual. Roen estava com o rosto mais largo, tinha agora uma pequena cicatriz abaixo do olho que havia sido feita durante um treinamento,e seus músculos estavam mais desenvolvidos, trazia seu escudo e espada agora bastante gastos.
Chegaram então a grande capital, aquele momento era nostálgico para os dois pois aquele momento lembrava quando ambos haviam chegado em Prontera a três anos atras.
-Bem, não to afim de ficar perdendo muito tempo, estou bastante ansioso para me tornar um Templário.-disse Roen.
-Heh, eu também estou ansioso para me tornar um Sacerdote, mas onde vamos nos encontrar depois.-falou o noviço.
-Hmm... qualquer coisa a gente se encontra na estatua das duas mãos dadas.
-Não vai falhar em?
-Tsc, ta falando com quem cara.
Os dois andaram até em frente até o castelo de Prontera, ambos se olharam,Master entregou um rosário para Roen, e o espadachim lhe deu um colar e cada um seguiu na sua direção.Enquanto entrava no castelo os guardas olhavam para o espadachim que se dirigia para a guilda dos Templários que se encontrava dentro do castelo para que pudesse proteger a sua majestade. O garoto então subiu as escadas, e chegou em uma sala bem iluminada, com uma enorme janela onde o sol entrava em abundancia. Um templário permanecia de pé do lado de uma porta, tomando conta da mesma.Sem disser uma palavra o garoto adentrou pela porta, o templário apenas olhou para o rosto do mesmo na intensão de memorizar o rosto dele.
Dentro da sala havia um templário já com os cabelos grisalhos atras de um balcão logo ao lado se encontrava outro mais jovem que parecia auxilia-lo.
-Com licença.-disse o garoto.
-Sim.-disse o senhor com uma voz calma -O que deseja meu jovem?
-Vim aqui para me tornar um templário!-disse o garoto com convicção.
-Hmm...-passando a mão na barba, e medindo o garoto o templário falou-Nós templários convocamos garotos que nasceram sob a luz dos deuses e alguns espadachins que mostram ser valorosos, você esta preparado para ser testado?
-Sim, estou pronto para tudo.
-Então para seu primeiro teste quero que dessa as escadas que se encontram na entrada do castelo a direita, la você ira encontrar um dos nossos que esta se penitenciando,ah, e não esqueça de levar um rosário.
O garoto apenas assentiu com a cabeça passando a mão no rosário que Master havia lhe entregado, chegando ao local viu um homem,que estava atras de grades.Antes que o garoto disse-se algo o homem já levantou e falou:
-Veio por causa do teste né?
-Sim, mas como v...-Disse o garoto sendo interrompido pelo homem.
-Não quero ser incomodado por muito tempo, tem um rosário ai? - o garoto então ergueu o que trazia envolta dos pulsos.
-Muito bem, então vou te teletransportar para a sala do teste.O objetivo é você passar pela sala sem atacar os monstros apenas andando.Esse teste mostra sua paciência, e serve para você purificar sua alma e corpo.Esta preparado?
-Tudo B...-Antes que pudesse terminar de falar o espadachim foi envolto em uma luz azul e logo se viu dentro de uma sala cheia de monstros. Quando olhou para todos aqueles monstros apenas sorriu, havia passado por coisas muito piores.Apenas sussurrou "Vigor" e saiu correndo no meio dos monstros.Es golpes por mais fortes que focem não pareciam surtir efeito no garoto e com a velocidade com que ele se movia logo chegou ao outro lado, entrou no portal que ali se encontrava e logo apareceu onde estava o homem.
-Já voltou? Você foi rápido em? Bem agora leve essa carta para a templária que se encontra na igreja, ela dará continuidade ao seu teste.
Chegando na igreja pensou que poderia se encontrar com Master, mas não viu o noviço em lugar algum, chegando perto do altar encontrou a templária que possuía cabelos negros que lhe caiam até a cintura.Esta parecia estar bastante desatenta e não percebeu a chegada do garoto.
-Olá - Disse Roen com um pouco de vergonha - Vim por causa do teste.
-Oh, Ola.Tudo bem? Bem, o meu teste não é difícil basicamente você terá que responder um questionário.Tudo bem?
-Hmm... Sem problemas...-Disse Roen sem muita confiança.
O teste não fora tão difícil quanto o garoto imaginava.E logo estava retornando para o castelo de Prontera onde faria o teste de purificação, falando com o templário que estava logo a porta este se encarregou de lhe preparar o teste.
-Esta preparado garoto?
-Sim, sim...-Disse o espadachim entediado com tudo aquilo.
-Então, com esta água benta eu lhe purifico a alma para que possa combater o mal.
Envolto em uma luz azul o garoto fora levado para um calabouço, estava tudo escuro e o ambiente era úmido e iluminado apenas por algumas tochas.Roen seguiu tranqüilamente até perceber que vários monstros estavam ali, sacando sua espada trovejante, o garoto avançou contra eles derrubando um por um, lutava contra esqueletos e zumbis os quais derrotava sem dificuldade. Tudo ia bem, nenhum daqueles monstros mortos vivos era capas de sequer ferir o espadachim, conforme ia avançando pela caverna monstros mais fortes foram aparecendo, mas mesmo assim o espadachim avançava confiante.
-Golpe Fulminante!!-gritou o garoto e um carniçal acabava de cair.-Isto esta fácil demais...esperava mais dificuldade...-falou o garoto enquanto seguia em direção ao portal que se encontrava logo a frente. Não notou que ao seu redor as sombras se juntavam, e aos poucos elas foram tomando a forma de um monstro.Quando estava chegando ao portal o garoto ouviu.
-Onde pensa que você vai moleque?-Disse uma voz grotesca atras do espadachim.Se virando Roen viu aquele horrível monstro,com uma foice na mão, chapéu de bufão na cabeça e sua enorme língua para fora, não era nada menos que um Rybio um demônio que habitava a antiga capital.
-Ahhh!!!-Estalando as costas o garoto olhou para o monstro e respondeu-Chutar esse seu traseiro, seu linguarudo falador.-Correndo para cima do monstro o espadachim invocou seu vigor.
Ambos começaram a trocar golpes, o monstro era bastante forte, mas a técnica do espadachim era superior e conseguia bloquear os ataques do mesmo.
-Laminas Destruidoras!!-Gritou o monstro.A foice do monstro ficou azul e ele desferiu vários golpes em uma velocidade incrível, mas o garoto conseguiu bloquear seus ataques com seu escudo.Sem pestanejar o garoto gritou:
-Impacto...Explosivo!!-Com a espada em chamas o garoto cravou a espada no peito do monstro, que caiu inerte no chão.-Este deu trabalho...bem...vamos em frente...-o garoto então prosseguiu seu caminho enquanto guardava sua espada.
Retornando para frente do templário, que sorria.
-Parabéns!Você acaba de passar no teste final, agora você é um de nós, vá falar com o grão-mestre para que ele faça a oficialização.

Roen
O.V
O.V

Mensagens : 33
Data de inscrição : 11/05/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

[FanFic]Cronicas de um Guerreiro Vol.2 - Vendaval Empty Capitulo 2

Mensagem  Roen em Sab Dez 28, 2013 4:59 pm

Capitulo 2 - Um novo caminho
"A maior habilidade de um líder é desenvolver habilidades extraordinárias em pessoas comuns"
Abraham Lincoln

Musica do Capitulo - Smoke on the Water - Deep Purple
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

O sol batia forte em Prontera, aquela hora da tarde fazia muito calor e aquela roupa escura que aquele sacerdote usava fazia o dia parecer mais quente.Master estava enfrente a uma estatua que lembrava duas mãos se apertando, já estava impaciente onde estava seu amigo? Não demorou muito tempo e viu um templário vindo em sua direção,e o sacerdote sorriu.Seus cabelos eram loiros, e seus olhos verdes, aquela armadura caia muito bem no garoto que a vestia, trazia um escudo nas costas, uma espada na cintura e um largo sorriso no rosto.
-Demorou! - Disse o garoto de cabelos brancos.
-Imprevistos... sabe como que é né?Bem, e você teve algum problema? - disse o templário enquanto olhava o amigo dos pés a cabeça
-Nenhum, Me livraram de ter que fazer novamente minha peregrinação.- falou o sacerdote enquanto ajeitava os óculos
-Esta preparado então?Ou vamos enrolar mais um pouco.
-Falando nisso eu já fiz os preparos enquanto você fazia o seu teste.
-Eh?
-Bem, eles disseram que vão avaliar a situação... mas me responde uma coisa... por que toda essa obsessão?Por que esse interesse pelo o culto de morroc? Desde que voltamos daquela missão a três anos atras... você não para de pensar nisso...

O templário então olhou para o chão como se foce a coisa mais interessante desse mundo, passou a mão no cabelo, um vento soprou e levantou sua capa azul, algumas pessoas passavam por aquele lugar naquele instante.Ninguém prestava a atenção nos dois, o templário então ergueu a cabeça e respondeu.

-Eu também não sei responder o porquê. Eu sinto que tenho algo a ver com tudo isso... é algo maior que eu, sinto que tenho que combater esse culto. Não importa o que eu tenha que fazer... - Roen então levantou a cabeça, olhando para o céu e viu algumas nuvens que vagavam pelo o céu azul.-você consegue me entender?-disse olhando para o amigo.
-Cara!! Você esta precisando de uma namorada...- respondeu Master sorrindo e com um tapa no ombro do amigo, ambos começaram a gargalhar com o comentário do sacerdote.
-E ai? O que resolvemos agora? Vamos passar o tempo um pouco no mercado de Prontera, ou vamos esperar a resposta da igreja como dois bocós?
-Não é má idéia, eu vi um escudo la que me chamou bastante a atenção.
-Então vamos.

Os dois amigos então seguiram para a parte sul da cidade sem perceber, que duas figuras que se escondiam na sombra os observavam.Um tinha cabelos morenos e olhos castanhos, vestia uma jaqueta vermelha aberta mostrando seu corpo definido , trazia uma mascara vermelha presa ao pescoço e seus olhos demonstravam a liberdade.O outro tinha cabelos brancos e olhos azuis, possui-a uma roupa azul e o seu corpo era magro, presos a sua cintura trazia um par de katares, seu rosto era redondo e mantinha um sorriso sínico.

-Então são esses dois? - Perguntou o de vermelho.
-Exatamente, são esses dois que estiveram naquele esconderijo a três anos atras.-Disse coçando o rosto, o de cabelos brancos.
-Você acha que são fortes? - falou o de vermelho enquanto colocava os braços atras da cabeça
-Se a Usagui é tão incrível quanto sua fama, então pode ter certeza que eles são.
-Hmm...Interessante.
-Vamos, temos que resolver outros assuntos.
-Beleuza, Creuza.

Como por mágica os dois desapareceram no ar não deixando nem sequer um minimo de rastro, um observador desavisado poderia dizer que os dois simplesmente "viraram fumaça".


-Como assim? trezentos mil por essa carta? Esta louco? - disse o Templário.
-Esse é o meu preço não vou diminuir. - respondeu o Ferreiro.
-Não, não, como assim? Esta muito cara, esse monstro é ridículo e muitos aventureiros iniciantes matam ele...
-Já falei este é o meu preço! Se não vai pagar então suma.
-Vamos Roen, você pode conseguir essa carta em outro lugar-disse Master enquanto puxava o amigo pelo o braço.
-Não, eu já olhei, só tem esse cara vendendo, só falta mais essa e eu completo o meu conjunto de adagas.
-Eu acho que esta caro também. - disse uma voz familiar atras dos dois que se viraram ao mesmo tempo, ambos viram um jovem mercador de cabelos azuis vindo na direção dos dois, Roen então sorriu, sabia exatamente quem era aquele mercador.
-Marcel!!Quanto tempo!!-Disse Roen dando um abraço no mercador.
-Quanto tempo irmão!!-Falou respondendo ao abraço do irmão.
-Como estão o Pai e a Mãe, e o Senty e o Osha? - Roen era o mais velho de quatro irmãos, sendo Senty o do meio dois anos mais novo que Roen e Marcel e Osha gêmeos um ano mais novos que Senty, mesmo Marcel e Osha sendo gêmeos eles não se pareciam em nada.
-O Pai e Mãe vão bem, o Osha esta em Payon treinando como arqueiro...e o Senty já faz um tempo que não o vejo, desde que ele se tornou um espadachim.
-O que você ta fazendo aqui? Não era para você esta em Alberta?
-Sim, sim, estou aqui resolvendo uma coisa para a guilda...Mas...e você?
-Bem... estou tentando comprar umas cartas... mas esse cidadão não coopera...
-Hmm... entendo.Amigo... - disse o mercador para o ferreiro.
Se passou alguns minutos de negociação, Roen prestava a atenção em como seu irmão mais novo argumentava com o ferreiro. Era incrível como alguem tão novo já tivesse tanto talento para a negociação.E alguns minutos depois o garoto tinha comprado a carta pela a metade do preço
-Aqui esta a carta. - disse o garoto.
-Obrigado, Muito Obrigado. - respondeu o templário com a mão na cabeça do irmão
-Você sabe que eu não gosto disso...-respondeu com um olhar de incomodo
-Ta bom, sem graça...-disse Roen sorrindo, nesse momento um noviço veio correndo na direção dos três, parecia esbaforido,Master tomou a frente e conversou com o noviço, olhou então para Roen e fez um sinal.
-Bem... tenho que ir... até mais Marcel.Manda lembrança pro Pai e pra Mãe.
-Até Roen.-falou o mercador se despedindo do irmão.


-Então, vocês querem continuar a caçar o culto de Morroc? - Perguntou o sacerdote atrás de sua escrivaninha.
-Sim, queremos. - respondeu o Templário.
-Esta é uma missão muito difícil tivemos muitas baixas, e muitas outras guildas estão envolvidas nessa caçada.
-Não nos importamos, isso é muito importante para nós.
-Poderia saber o motivo para quererem essa missão?
Roen engoliu um seco, sabia que não tinha um motivo realmente bom, apenas sentir que devia combater o culto não era um motivo bom.
-Não é esse é o nosso dever? Combater demônios, e acabar com o mal? Se não for isso, não sei para que foi aquele juramento que fiz. - disse Master que estava calado até então, o sacerdote então se encostou em sua poltrona e começou a passar a mão em sua barba, abaixou a cabeça e falou:
-Realmente este é o dever de vocês, não vejo motivos para não deixa-los investigarem este caso.E alias é muito raro termos pessoas que se habilitam a fazer esse tipo de investigação.
-Muito Obrigado! - Respondeu Master - Por onde devíamos começar a nossa investigação?
-Bem, essas questões serão resolvidas depois, mas é melhor que comecem por Morroc parece que houve alguns desaparecimentos la... e alias mandaremos duas pessoas para ajudarem vocês.
-Quem? São eles? - Perguntou Roen.
-Bem...eles já estão aqui nessa sala já faz um tempo...-Se virando Roen e Master viram um arruaceiro encostado na parede comendo uma maçã e um mercenário sentado em um sofá.
-Olá! - disse o Arruaceiro com um sorriso largo.
-O mercenário se chama Giovani, e o arruaceiro se chama Feroz. Giovani foi enviado para investigar o envolvimento do culto com o rapto de crianças e o Feroz veio junto com ele. - Roen então se levantou e estendeu a mão para o mercenário. que retribui o gesto apertando a mão do templário.
-Prazer!Roen!
-Giovani ! É um prazer trabalhar com você!!
-Então quando começamos? - Perguntou Roen para o sacerdote atras da escrivaninha.
-Amanhã mesmo vocês já podem ir para Morroc.

Roen
O.V
O.V

Mensagens : 33
Data de inscrição : 11/05/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

[FanFic]Cronicas de um Guerreiro Vol.2 - Vendaval Empty Capitulo 3

Mensagem  Roen em Sab Dez 28, 2013 5:01 pm

Capitulo 3 - Irmão
"A melhor maneira de prever o futuro é cria-lo"
Peter Drucker

Musica do Capitulo - Deadnight Warrior - Childrem of Bodom
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


-Ele esta vindo para cá...o meu pupilo...-Disse uma voz ameaçadora, que passaria medo se ele foce ouvida por alguem.Mas essa voz era apenas ouvida por um homem, seus cabelos brancos esvoaçavam com uma leve brisa da noite do deserto.Seus olhos apenas observavam a cidade de Morroc a distancia, a noite estava calma e tranquila e nada fazia barulho naquele local. O homem apenas segurou seu bastão com as duas mãos e firmou ele no chão com as duas mãos em cima dele.
-Então aquele que sera seu maior trunfo e seguidor esta vindo para cá mestre? - falou o homem com uma calma que poucos teriam.
-Sim, aquele que vai me tirar desse sofrimento de uma vez por todas, aquele que vai me tirar desse sofrimento que aquele maldito me condenou.-Falava a voz com uma agressividade fora do comum.
O homem esboçou um pequeno sorriso de canto de boca, sabia exatamente o que tinha que fazer, e quando fazer. Já fazia bastante tempo que esperava por esse momento.


-Olha, aquela nuvem parece um dragão!! - Disse o arruaceiro, que parecia estar longe do mundo naquele momento.
-Nossa é mesmo!! Olha a cabeça dele ta saindo... agora parece um peixe! - Respondeu Roen, com um sorriso no rosto, enquanto caminhavam pelo o deserto.
-Agora o peixe ta virando uma sereia!-Os dois disseram juntos e ambos começaram a rir. Master já estava acostumado com esse tipo de comportamento de seu amigo, mas junto do arruaceiro Roen parecia ficar mais avoado que o normal.Giovani era indiferente a ação de ambos e passava a maior parte da viagem calado.
Já faziam três dias que estavam caminhando, e não faltava muito e chegariam a cidade de Morroc. A viagem seguia em um ritmo lento naquele momento.Não demorou muito e já começaram a ver a piramide e a esfinge a distancia.
-Chegamos. - disse Giovani, sem muita enfase.
-Então, onde começaremos a fazer as investigações...-disse o sacerdote que olhava para Roen e Feroz que observavam as nuvens.
-Bem, iremos a uma pequena taverna onde o acesso é restrito a poucos... e la obteremos informações...-respondeu o mercenário.
Caminharam mais um pouco e chegaram a cidade. Ela era magnifica, apesar de residir no meio do deserto havia um poço de água que rodeava um pequeno castelo no centro da cidade.Havia vários mercadores e gatunos na cidade que era bem movimentada. Andaram um pouco mais e chegaram em uma pequena casa onde havia um garoto tomando conta da porta, ao ver o mercenário ele abriu o caminho e permitiu que o grupo entrasse.Desceram alguns lances de escada e chegaram a uma pequena taverna,o local era aconchegante e prazeroso de se ficar. Sentaram em uma mesa e uma bela jovem de cabelos castanhos veio os atender, Master e Roen pediram um copo de Hidromel, enquanto Feroz bebia uma caneca de cerveja. Giovani conversava com o taverneiro.
-O que ele esta fazendo?-Perguntou o templário ao arruaceiro.
-Bem, ele e o taverneiro são grande amigos.Se bem que entendo, ele deve estar reunindo alguns boatos para nós.-Falava com um sorriso no rosto, enquanto fazia charme para a garçonete.
Master olhava para todos os lados, não estava muito interessado na bebida, então ele notou que numa mesa próxima havia um espadachim de cabelos azuis longos,cutucou o amigo e então disse:
-Roen, aquele espadachim não parece ninguém que você conhece? - Roen se deteve por um tempo e ficou observando, realmente aquele espadachim não lhe era estranho, até que de um supetão Roen se levantou e falou: -Senty!! A quanto tempo!!!
O espadachim então se levantou e reconheceu o irmão, ambos não se viam já fazia três anos, desde que Roen decidira ir para Izlude se tornar um espadachim.
-Irmão, você por aqui? O que faz em um lugar desse? - respondeu o garoto de cabelos azuis.
-Eu estou aqui em uma missão.
-Que conhecidencia, eu também estou aqui em uma missão...
-Não é sobre o culto de Morroc?
-Como você sabe? -disse o espadachim desconfiado.
-Estamos aqui também investigando sobre isso...
-Bem então podemos trocar informações.-Nesse momento Giovani se aproximava do grupo e havia notado a presença do espadachim.
-Licença Roen, vem aqui um momento.-disse o mercenário puxando o templário pelo o braço
-Hã? Tudo bem... - assentiu o garoto
-Quem é esse? - sussurrou Giovani
-Este é o meu irmão,Senty...Ele esta atras do culto também.
-Hmm...
-Eu posso ajudar nas investigações também.-disse o espadachim se aproximando dos dois.
-Não estamos interessados...-respondeu o mercenário rispidamente.
-Ora eu posso ajudar! - reclamou o garoto
-Não, você vai apenas atrapalhar.Já temos problemas de mais.
-Roen, fala para ele deixar eu ir também. - implorou o espadachim ao irmão
Roen então ficou calado, sabia dos perigos que eles iriam enfrentar sabia exatamente o que poderia acontecer e disse:
-Não, isso não é um assunto seu...é perigoso demais.-falou Roen com firmeza na voz
-Então é assim?Então vou fazer isso por conta própria!!!-Falando isso o espadachim saiu correndo da taverna.
-Desculpe qualquer coisa...-disse o mercenário.
-Não tem problemas, eu não quero que ele se meta em confusões...Tem alguma pista?-falou o templário sem muito animo.
-Parece que um grupo de pessoas estranhas, foram vistas seguindo para o sul de Morroc ontem...
-Então vamos. - disse Roen

Roen
O.V
O.V

Mensagens : 33
Data de inscrição : 11/05/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

[FanFic]Cronicas de um Guerreiro Vol.2 - Vendaval Empty Capitulo 4

Mensagem  Roen em Sab Dez 28, 2013 5:02 pm

Capitulo 4 - Destino
"Urör, Veröandi e Skuld, as três mulheres que fazem nossos fios ao pé de Yggdrasil,tinham decidido meu destino.O destino é tudo."
Uhtred, Filho de Uhtred de ealrdorman de Bebbanburg

Musica do Capitulo - Whispers in the Dark - Skillet
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Seus cabelos eram tão loiros que pareciam feitos de ouro. Os olhos eram de um verde profundo. Suas asas eram brancas como nuvens, estava trajada com usa tipica armadura e na cabeça trazia um elmo que é apenas dado aos maiores servos de Odin.Em uma das mãos carregava sua lança e na outra trazia um escudo.
Aquela Valquíria caminhava aos pés de Yggdrasil, a grande arvore da vida, sua intenção era uma.Ia resolver uma coisa que vinha perturbando-a já a muito tempo. Depois de um tempo de caminhada chegou a onde queria.Avistou três mulheres sentadas,Urd a velha,Verdandi a mãe, e Skuld a jovem.As três fiavam eternamente o destino de cada um que vivia em Midgard.Ambas guardiãs do passado, presente e futuro.

-Então você veio.-disse a velha com um tom de escárnio.
-Sim,venho até aqui para saber sobre o destino de Midgard.-falou a serva de Odin, sua voz era macia e calmante ao mesmo tempo que poderosa.
-Você já o conhece, sabe que aquele que não deve ser nomeado retornará e com ele a destruição de tudo que existe.-disse a jovem.
-Isso não é verdade, vocês sabem exatamente da existência daquele que será capaz de derrota-lo...
-Ele não sera capaz.-disse a mãe.
-O que? Mas como assim...
-Ele não terá forças, mesmo tendo as mesmas capacidades necessárias...- falou a jovem.
-Mas como vocês mesmas disseram antes que ele seria capaz...- falou a valquíria descrente.
-O destino mudou.-disse a velha.
-Por que? O que aconteceu para ele mudar, o que pode ter feito isso.
-Você!- respondeu a jovem.
-Como assim eu? O que eu farei de errado?
-Você não será capaz de leva-lo a Odin, você não deixara que ele tenha a motivação necessária, você impedira a perda dele. - falou a mãe.
-O que é preciso fazer para que isso mude? - disse a valquíria rangendo os dentes.
-Você precisa se livrar dos seus sentimentos para com o garoto, deixe-o e Midgard será salva, permaneça com ele.- disse a velha.
-Façam o que tem que fazer.-falou a valquíria.
-Você não se lembrará de quem ele é e o que ele representa para você.-falou a mãe.
-Faça o que tem que ser feito. - sussurrou a valquíria com as lagrimas rolando.
-Sua decisão foi tomada.-disse a jovem.


-Falta muito para chegarmos?Esta muito calor...-disse Feroz.
-Não, pelo o que o taverneiro disse só mais algumas horas de viagem e chegaremos até onde estão se dirigiram os suspeitos.-respondeu Giovani.
Já estavam caminhando durante 4 dias e parecia que não chegavam nunca. Roen estava muito preocupado com o que teria acontecido com Senty. Sabia que o irmão tomaria uma decisão impensada e acabaria fazendo alguma besteira.
-Não se preocupe.-disse Master.-Ele deve estar bem.Ele sabe que você fez isso para o bem dele.
-Você não o conhece tão bem quanto eu Master.Eu sei que ele vai fazer alguma besteira...- Respondeu Roen.
-Você esta se preocupando demais com isso... e alias você precisa ficar legal para a gente chutar as bundas desses seguidores de Satanael. - falou Master sorrindo, e Roen riu com o comentário do amigo.
-Parem de conversar ai atras e venham aqui.-disse Giovani.-Vejam!

Estavam em cima de uma duna de areia agachados, logo a frente puderam ver uma carroça puxada por alguns bois entrar em uma caverna em uma grande parede de pedra que logo apos a passagem se fechou.
-Como que vamos entrar? - Perguntou Feroz.
-Olhe ali.-respondeu Giovani apontando para outra carroça que vinha chegando.-Parece que eles estão precisando de suprimentos.Hoje é nosso dia de sorte.-falou dando um sorriso e desapareceu. Quando reapareceu estava do lado da carroça atacando o condutor com seus katars.
-Venham!-gritou o mercenário enquanto tirava as roupas do condutor e as colocava.-Subam na carroça e se escondam abaixo do véu.
Todos subiram na carroça, mas quando estavam dentro dela perceberam que tinha mais uma pessoa dentro dela quando ouviram um "ai".
-Quem esta ai?.-Perguntou Roen.
-Sou eu.-falou uma voz já conhecida pelo o templário.
-Senty o que você esta fazendo aqui?-perguntou o garoto.
-Eu disse que estava atras deles também. - respondeu o espadachim.
-Eu falei para você ficar em Morroc. - falou o templário.
-Quietos ai atras!-Falou Giovani conduzindo a carroça.
-Agora é tarde para os dois brigarem, fiquem calados.-sussurrou o sacerdote.

Quando a carroça se aproximou, Giovani percebeu que um pequeno grupo de caçadores apontavam seus arcos para a carroça um fez um sinal para outro. E depois de um tempo a pedra se abriu dando passagem para a carroça. Quando chegaram dentro da pedra perceberam que era iluminada por chamas que ficavam flutuando perto das paredes que eram pintadas com os mesmos símbolos que Roen e Master haviam visto em Geffen.
Giovani fez um sinal para o grupo e todos saltaram da carroça.Roen olhou para Senty e disse:
-Você vai ficar atras ok?^Não quero ver você em confusão.
-Não se preocupa comigo.-falou o espadachim.

O grupo seguiu com cautela pelo o esconderijo, o local era fresco apesar de se encontrar no meio do deserto. O ar era bastante pesado e podia se sentir que havia algo horrível naquele lugar.O grupo estava atras de possíveis informações de onde poderiam haver outros possíveis centros do culto. Não demorou muito e chegaram a um local onde parecia ser uma prisão onde havia várias crianças que estavam presas em jaulas.
-As crianças que foram raptadas da Organização Dente de Leão...-sussurrou Feroz com uma gota de suor descendo por sua testa.
-SOCORRO!!AJUDE-NOS!!TIREM A GENTE DAQUI!!! - Gritaram as crianças quando perceberam o grupo.
-Se acalmem nós iramos salvar vocês.-Falou Master-Se vocês continuarem gritando os guardas vão vir aqui.
-Não seja por isso, já estamos aqui.-disse um cavaleiro logo atras deles,ele vinha acompanhado de outros três cavaleiros que estavam portando lanças -vamos mata-los seus miseráveis-disse o cavaleiro.
-Giovani, Feroz e Senty vocês libertam as crianças eu e Master acabamos com esses biltres. - gritou Roen
-Biltres? Quem usa esse tipo de palavra hoje em dia...Beleza nós vamos salvara as crianças. - falou Feroz sorrindo.
Os cavaleiros avançaram sobre Roen e Master, o templário rapidamente tomou a frente e ergueu seu enorme escudo e gritou:Bloqueio!!- uma enorme parede de luz se formou na frente do garoto, parando o ataque dos cavaleiros.
-Benção!!Aumentar Agilidade!!Kyrie Eleyson!!Mag...ni...fi...cat!!-Sussurrava Master lançando suas bençãos sobre o amigo.
-Escudo Bumerang!!-Bradou o templário levando o braço para traz das costas e arremessando o pesado escudo contra o grupo de oponentes. Dois dos cavaleiros esquivaram do ataque mas outros dois foram acertados em cheio no peito.Quando os outros chegaram perto o garoto gritou: Punição Divina!! - E os dois foram arremessados para traz.
-É só isso que vocês podem fazer contra mim seu bando de cachorros medrosos? - gritou Roen erguendo a espada e atacando o cavaleiro que estava mais perto dele-Crux Divinum!!- uma grande cruz de luz se formou enquanto Roen dava um corte vertical e outro horizontal, os cavaleiros que haviam sido derrubados pelo escudo bumerang se levantaram e correram para cima do templário que se esquivou do ataque dos dois e revidou com um murro na cara de um, e atacou com o punho da espada outro.Rapidamente o garoto guardou sua espada e sacou uma adaga que trazia na cintura e gritou: Impacto Explosivo!!
As chamas envolveram a adaga e se espalharam em volta do templário, uma leve nuvem saiu da adaga junto das chamas e todos os cavaleiros começaram a dormir.
-Planktons.-disse Roen- amo essa adaga por causa deles.
Giovani, Feroz e Senty terminavam de libertar as crianças, de um canto da sala era audível alguem batendo palmas, o grupo se virou e viu que um Algoz os observava.Master o reconheceu, era o mercenário que eles haviam derrotado havia três anos.
-Ora, ora, ora o que temos por aqui...como esse mundo é pequeno, pensei que vocês haviam morrido.Mas parece que vocês são difíceis de se matar como baratas. - disse o Algoz, entrando na sala vinha um Atirador de Elite e acompanhando ele vinha um homem encapuzado carregando um cetro.
-Bem, parece que nos encontramos de novo.-disse o encapuzado.
-Quem é você?-Gritou Roen.
Afastando o capuz o templário pode ver que o homem é era um arquimago, seus cabelos eram brancos seus olhos negros e seu olhar demonstrava poder e desespero.
-Eu sou Galfariam e esses são Venegur, o Algoz e o Atirador de Elite se chama Jeremy. Mais uma vez nos encontramos, vocês estão virando uma pedra no meu sapato.Acho que deveriam se apresentar.
-Meu nome é Roen Midnight, Filho de Frans Midnight, e você esta preso seu maniaco. - Roen então avançou em cima do arquimago, mas o algoz se adiantou e apareceu na frente do mesmo preparando um ataque em direção ao peito do templário. Mas rapidamente Giovani apareceu entre o algoz e o templário e bloqueou o ataque do mesmo, e com um sorriso no rosto disse:
-Prazer, meu nome é Giovani Maggiani.
-E eu sou o Lindo e Majestoso Feroz.-Falou o arruaceiro com um sorriso.
-Bem, e você qual é seu nome?-disse o arquimago se virando para Master.
-Meu nome é Master Uchiha, filho de Luiz Uchiha.-respondeu o sacerdote com raiva em seus olhos.
-Ora o que temos por aqui um espadachim quem seria ele?O capacho do grupo?
-Eu sou Senty Midnight, seu maldito.-retrucou o espadachim.
-Não tenho mais tempo para perder com vermes como vocês, Venegur,Jeremy acabe com eles.- falando isso o arquimago abriu um pergaminho o qual o deixou mais rápido e ele saiu do aposento.
-Senty, tire as crianças daqui!-sussurrou o templário para o irmão.
-Mas... - tentou argumentar o irmão
-Sem mas!-berrou o templário com um olhar rígido para o irmão.

Senty tirava as crianças da sala, o clima era de tenção, os oponentes se encaravam.O suor descia pelas faces de cada um deles.Venegur e Giovani desapareceram, e logo após foi ouvido um barulho de metal se chocando. A luta dos dois seguia em uma velocidade incrível. Feroz sacou sua adaga e correu para cima do oponente que disparava flechas sobre ele que com habilidade esquivava se escondendo nas sombras mas sendo atrapalhado pelo o falcão do atirador que sempre o revelava.
-Corram atras do arquimago, nós daremos conta desses caras!-gritou Giovani.
-Não se preocupa eu estou aqui, a gente vai ficar bem!- falou Feroz.

Roen e Master saíram da sala correndo, seguiam pelo os salões derrotando os guardas.Correram bastante abriram portas,a corrida já os deixava ofegantes, o lugar era enorme e o ar era quase escaço.Chegaram então a um salão cerimonial. Uma grande estatua se encontrava na sala e logo abaixo dela tinha um altar de pedra onde uma garota estava caída desmaiada.

-Bem não esperava que vocês chegassem aqui, estava preparando uma surpresa para vocês. Mas acho que dessa vez não existe problema se eu próprio lutar com vocês.-disse em tom de escarnio
-Você esta preso!Rendasse agora! Sera melhor para você!-bradou Roen apontando sua espada para o homem.
-Trovão de Júpiter!!-Berrou Galfariam, o templário fora jogado para a parede com a força do golpe que recebera no peito.-Viu você não pode me derrotar verme.
-Lex Divina!! - sussurrou Master, e um anjo apareceu sobre a cabeça do arquimago, este começou a sentir um nó na garganta e não conseguia falar, mas para surpresa do sacerdote o inimigo puxou um pequeno frasco com um liquido verde e tomou um gole.
-Você acha que eu esqueci de você? Rajada Congelante!!-falou olhando para o sacerdote,e vários espinhos de gelo saíram do chão na direção do mesmo que foi atingido em cheio e ficando preso dentro de um cristal de gelo.
-Vocês não podem contra o poder do meu senhor seus vermes, ele é muito poderoso para apenas pobres mortais como vocês entenderem. - falando isso o arquimago caiu em um acesso de risadas, e não percebeu quando um enorme escudo o acertou na altura da cintura,que o fez cair de lado no chão frio da masmorra.
-Você fala que seu senhor é poderoso, tsc, ele precisa ser mesmo, pra poder aturar um grande bosta de cabrito como você o cara tem que ser muito poderoso mesmo. -Se levantava Roen com um pouco de dificuldade.
-Maldito você pagara por sua ousadia.-gritava o arquimago.
-Ah, vai plantar batatas.Escudo Bumerang!!-berrou o templário e novamente o escudo atingiu Galfariam só que desta vez na cabeça deixando o tonto.
-Lex Aeterna!! - Berrou Master quebrando o gelo em que estava preso, um anjo apareceu sobre a cabeça do oponente e jogou espadas translucidas sobre ele.Roen avançou contra o oponente e desferiu vários golpes mas o mesmo continuava vivo e gritou: Petrificar!!- O corpo do templário foi aos poucos endurecendo, seus ataques se tornando lento até que ele virou pedra e ficou totalmente imóvel.
-Roen!!!-Gritou Master.-Graça divina!!-Um anjo passou voando sobre a cabeça do seu amigo e o livrou da maldição, mas isso deu tempo para que o arquimago invocasse um escudo mágico e conjurasse uma nevasca. O frio tomou conta da sala pesados blocos de gelo atingiam Master e Roen, o vento estava tão forte que chegava a cortar suas peles e ambos ficaram presos em dois blocos de gelo.
-HAHAHAHAHAHA!!!Caiam, caiam, caiam. -Galfariam estava descontrolado, a cada vez que os garotos conseguiam sair do gelo ele terminava a conjuração de outra e de outra e de outra nevasca, os ataques eram intensos e ambos acabaram caindo fracos ao chão.
-Viu o poder de meu senhor?Seus vermes inúteis.- O homem agora estava agachado ao lado de Roen, e o segurava pelo os cabelos levantando o seu rosto o qual deu uma cusparada. - Isso é para você aprender a nunca mexer com o meu senhor!E agora você vai morrer junto desses seus amiguinhos.

-Ei seu filhote de anu!! Larga o meu irmão!! - Quem proferia estas palavras era Senty, o espadachim estava com ódio em seus olhos, e olhava fixamente para o arquimago.
-Você vai cair assim como eles caíram também seu vermezinho insolente.
-Sa...ia... daqui...Sen...ty!!-falava Master com as forças que lhe sobravam.
-Rala...daqui pi..vete...!-dizia Roen tentando ficar de pé.
Toda aquela cena se passou em um piscar de olhos.O espadachim não deu ouvido aos dois, e avançou em direção ao arquimago, que sorria. Corria com sua espada segurada nas duas mãos em posição para fazer uma estocada.Gritava. Gritava um grito fora do comum, o homem a sua frente gargalhava e uma esfera de eletricidade se formava em suas mãos.
Subitamente o homem parou sua conjuração, parecia que algo o havia o distraído e a espada do garoto o acertou de raspão perto do peito. O arquimago então aplicou-lhe uma joelhada no estomago que o fez cair em posição fetal largando a espada.O homem tirou seu grande manto e mostrou uma enorme tatuagem que trazia pelo o corpo.Logo após o segurou pelo o pescoço.E sussurrou no ouvido do garoto:
-Você tem sorte...muita sorte...O mestre te escolheu...-a tatuagem começava a sair do corpo do homem e entrava no corpo do garoto.-De hoje em diante você será um de nós, uma das sombras de Morroc...-O garoto gemia de dor, o templário tentou se levantar mas estava fraco demais, seu irmão estava sofrendo na sua frente ele não era capaz de fazer nada para ajuda-lo-...e você sera conhecido como nosso líder, como o anunciador do Apocalipse, como Lorde das trevas, e seu nome será DoppelGanger. - Senty se debatia no chão, seus olhos estava revirados,ele babava pela a boca. Roen tentava se levantar queria proteger seu irmão, estava sem forças e não conseguia nem se levantar. Senty então desmaiou Galfariam se aproximou dele o segurou nos braços e disse:
-Hoje é o dia de sorte de vocês! Continuaram vivos, mas da próxima vez não terão tanta sorte!- Falando isso ele esmagou uma asa de borboleta e desapareceu.
-Volta aqui... seu... desgraçado a... gente ainda...não terminou com... isso!! -falava Roen com dificuldade com as lagrimas vertendo de seus olhos, olhou para Master e este estava caído a alguns metros dele. Começou a sentir as vistas pesarem,a respiração dificultada o corpo pesado, e a ultima coisa que viu foi uma garota se levantar do pedestal que estava logo a frente e correr na sua direção.

Roen
O.V
O.V

Mensagens : 33
Data de inscrição : 11/05/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

[FanFic]Cronicas de um Guerreiro Vol.2 - Vendaval Empty Capitulo Final

Mensagem  Roen em Sab Dez 28, 2013 5:03 pm

Capitulo Final - Despertar
"Viver é perceber, perceber é mudar constantemente." A.D.


Musica do Capitulo: Numb - Linkin Park
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


Chovia, as grosas nuvens de chuva tapavam a visão da lua. Ela chorava, chorava por sua vida, chorava pela criança que trazia no colo, chorava pelo destino.O Destino é Tudo. Dizia um bardo cego a muito atras. Mas o que é o destino? Se não uma queda incessante que você não pode fugir?
Suas roupas estavam molhadas assim como as penas de suas asas. Os longos fios de seu longo cabelo grudavam em seu rosto. Não queria fazer aquilo, mas devia, era o que o seu senhor mandava. Pelo o bem de todos, pelo o bem do seu povo, pelo o bem do futuro.
A valquíria então desceu."Aquela seria a família certa para a criança?" Se perguntava ela. Um grande Sumo Sacerdote, e uma promissora Cavaleira. Cresceria direito? Seria uma boa pessoa? Eram perguntas que ecoavam na cabeça dela. Então pousou a criança em frente a casa e bateu com a costa de sua mão na porta, mas não antes de dar uma olhada na criança.Ela dormia, um sono profundo, e ela se perguntou que tipo de sonho ela estaria tendo. Então a valquíria voou, e não quis olhar para traz.


Tudo era tão escuro.As imagens do arquimago levando seu irmão passavam a todo momento.A dor era constante.Aos poucos Roen abriu os olhos, uma brisa batia em seu rosto. Estava em um quarto com paredes brancas e despido até a cintura e seu corpo cheio de curativos. Ao seu lado tinha uma garota, seus cabelos eram castanhos e longos, seus olhos eram da mesma cor que o cabelo, estava vestida como uma mercadora, e devia ter a mesma idade que Roen.Ela deu um gritinho de surpresa quando o templário se levantou dizendo:
-Já estou no Valhala?
-Não, mas poderia ter ido, se eu não tivesse te ajudado.-respondeu a garota com um sorriso no rosto- agora trate de descansar.Você ainda esta um pouco ferido.-ela se aproximava trazendo na mão um frasco com uma poção branca.Sentou de lado na cama e ofereceu para o garoto.-Beba! Você vai se sentir melhor.
Roen assentiu com a cabeça pegou a poção e tomou um gole e perguntou.
-Vamos la...não gosto muito dessa parte mas vamos fazer de uma vez.Quem é você?Onde esta o Master? E que lugar é esse?
-Bem, meu nome é Pan, você me salvou de ser sacrificada por aqueles cultistas.O seu amigo acordou a algumas horas atras.Esta é minha casa aqui em Alberta.
-O Giovani e o Feroz estão bem?
-O mercenário e o arruaceiro? Encontrei eles um pouco depois de sairmos, eles estavam bastante feridos e disseram que era para falar pra você que conseguiram escapar. Eles foram para Morroc. Fica parado, se continuar a se mexer assim não vou conseguir trocar seus curativos.-disse Pan para Roen que se mexia bastante quando ela tirava os curativos antigos e colocava novos. - assim você não vai melhorar.
-Vai com calma!Ai!
-Muito obrigada por ter me salvo deles, eu já estava sem esperanças quando vocês apareceram.-falava a garota quase sussurrando enquanto passava a mão pelo o peito de Roen, o corpo do templário era cheio de cicatrizes mas era bem cuidado e apesar do garoto ser um pouco magro, seus músculos se destacavam.
-Este é o meu trabalho...mas o mais importante eu não consegui salvar...-disse o templário segurando com afago a mão dela com suas duas mãos.Roen estava realmente abalado,e as lagrimas pareciam querer sair dos olhos dele- aquele cultista levou meu irmão.
-Não fique assim, não foi culpa sua...eu vi tudo...-A mercadora tentava consolar ao garoto.
-.Aquele maldito, por que não me ouviu?-O garoto pareceu ignorar o comentário.
-Porque é cabeça dura como uma mula como o irmão!
Master estava encostado na porta, trazia debaixo do braço um pequeno pacote e pousou em cima da mesa que se encontrava no quarto.
-Vejo que vocês dois já estão se dando muito bem!
A mercadora rapidamente puxou a mão para junto do seu corpo,ela e Roen estavam vermelhos. Master apenas sorriu, ajeitou os óculos, respirou fundo e disse:
-Bem, trouxe as coisas que você me pediu...-Falou Master para a mercadora, se virou para o templário e disse.-... parece que as sandálias com a carta que "dropamos" juntos quando crianças esta fazendo bem o trabalho não é Roen?
-Bons tempos aqueles, aquele zumbi deu uma carta útil até, não? - falou Roen com a cabeça um pouco baixa.
-Ta na hora de você deixar de ser tão deprimente, se continuar a ficar assim sempre que alguma coisa ruim acontecer vou começar a achar que você é um daqueles caras que usam franja longa e ficam se pintando.
-Não enche!Heh!-disse Roen sorrindo.
-Fiquem aqui esta noite! Meu pai, disse que vocês podem ficar aqui ate que estejam preparados. -falava Pan.
-Bem...Acho bom ficarmos aqui hoje...levanta ai Roen, temos que resolver umas coisas.
-Ele tem que descansar!!-disse a mercadora em tom repreensor.
-Eu e ele temos que resolver umas coisas... não se preocupa não vamos embora, e a gente tem que arrumar umas coisas.
-Tudo bem...
A mercadora saiu, Master puxou uma cadeira, jogou a camisa e o gibão para o amigo e sentou na cadeira.
-Bem...Vamos la,vamos resolver tudo de uma vez...Amanhã, voltaremos a Prontera e reportaremos o que aconteceu ao padre... e logo após isso, vamos viajar...
-Como assim? - falou Roen surpreso com a declaração do amigo.
-Eu e você vamos ganhar experiencia, pesquisar, juntar riquezas e viver aventuras...
-E não é o que fazemos atualmente?
-Sim, mas sob o comando da igreja, nos tornaremos autónomos...
-Hmm...Gostei da idéia...Mas... - Roen abaixou a cabeça, pensativo.
-Nós acharemos seu irmão, eu já pensei nisso, investigaremos cada canto de Midgard.Treinaremos mais,lembra-se do que a Usagui disse antes de irmos embora?O treinamento ainda não acabou! Ela apenas no deu a base, ela nos ensinou como lutar, ensinou filosofia.Mas ela deixou claro que nós iriamos crescer por nós mesmos,que o mundo seria nosso professor, que o importante aprenderíamos por nós mesmos.
Roen estava de cabeça baixa, estava olhando para o nada, sua cabeça estava em outro lugar.Levantou a cabeça e disse:
-Então vamos prestar nossa conta.E vamos salvar Senty. - falou confiante.
-É assim que se diz...e sabe...esta mercadora parece gostar de você...-sorriu Master.
-Sério?Você acha? - falou Roen sorrindo.
Roen então se levantou e ele e Master saíram do quarto, desceram as escadas, disseram que não iam demorar a voltar.O sol batia no rosto dos dois, estavam vivos, estavam confiantes.Iam derrotar o culto de Morroc, iam salvar a Senty. E nada iria para-los.

Roen
O.V
O.V

Mensagens : 33
Data de inscrição : 11/05/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

[FanFic]Cronicas de um Guerreiro Vol.2 - Vendaval Empty Re: [FanFic]Cronicas de um Guerreiro Vol.2 - Vendaval

Mensagem  Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum